Uma festa para o novo dente

Kathrin S., 28 anos, Comissária de bordo*

"Há momentos que seria melhor apagá-los da nossa vida. Era um pouco mais da meia-noite, na véspera de ano novo do ano passado, num bar. Eu estava a dançar quando um rapaz perto de mim virou-se de repente e bateu com o copo nos meus dentes da frente.

Foi sangue para todos os lados, mas todos os meus dentes ainda estavam no lugar. A 2 de janeiro, um dia antes do meu aniversário, o meu dentista deu-me o diagnóstico: um dos dentes da frente rachou de cima a baixo, danificando o nervo – o dente tinha que ser extraído.

Uma raiz artificial, ou implante, substituiria meu dente da frente.

Eu estava com medo de fazer a cirurgia, mas o procedimento de implante não foi assim muito mau; a lesão provocou apenas alguma dor no momento da inserção do implante. Entretanto, antes da fixação do novo dente na raiz artificial, o implante tinha que cicatrizar. Enquanto isso, foi colocado um dente temporário usando um elemento de fixação. Foi uma solução pouco segura. Eu queria conversar e rir sem a preocupação de alguém notar que eu tinha perdido o meu dente natural. Nos quatro meses sem um incisivo seguro, eu não era a mesma, não me sentia completa.

Logo depois que o novo dente foi fixado no implante, eu e mais quinze amigos comemorámos com uma festa nas margens do rio Elba. O tema da festa? O aniversário de meu novo dente"!

* Estes partes de testemunhos de pacientes podem não refletir sua experiência com terapia com implante dentário. Os resultados podem não ser indicativos para cada colocação de implante e pode não se aplicar a todos os pacientes. Quanto aos riscos inerentes a um terapia com implante dentário, consulte o seu médico dentista e leia a secção de perguntas frequentes.