Conexões 

O conceito Straumann® synOcta foi introduzido mundialmente em 1999, utilizando o bem conhecido desenho cónico Morse desenvolvido em 1986. O encaixe por fricção com bloqueio mecânico da ligação interna synOcta®, com um cone a 8° e um octógono para o reposicionamento dos componentes protéticos, apresenta um melhor desempenho do que as ligações externas tradicionais. O afrouxamento do pilar, mesmo em situações de componentes aparafusados, foi virtualmente eliminado.

A ligação synOcta® está disponível para todos os implantes Straumann® Standard, Standard Plus e cónicos equipados com as plataformas RN (Regular Neck – colar normal) e WN (Wide Neck – colar largo).

Ligações para implantes ao nível dos tecidos moles equipados com plataforma protética estreita

O implante Straumann® Narrow Neck CrossFit® é a mais recente adeção ao nosso portfólio de implantes ao nível dos tecidos moles e apresenta a ligação CrossFit®.

 

Conexão AUTO-Guiada

A ligação protética interna auto-orientável conta com um desenho otimizado para garantir a estabilidade mecânica a longo prazo sob todas as condições de aplicação de carga, assegurando um encaixe perfeito entre o implante e o pilar. O cone interno a 15° permite uma maior flexibilidade nos tratamentos protéticos. Quatro saliências internas asseguram o posicionamento preciso dos componentes protéticos.

 

Características e benefícios

  • A ligação CrossFit® torna o manuseamento mais fácil e proporciona confiança no posicionamento de componentes.
  • A ligação CrossFit® assegura a precisão contra a rotação.
  • A ligação CrossFit® proporciona flexibilidade protética e estabilidade mecânica a longo prazo.1, 2, 3

 

Consoante o seu diâmetro, os implantes ao nível ósseo estão equipados com a ligação Regular CrossFit® (RC) ou a ligação Narrow CrossFit® (NC). Esta última também equipa o nosso novo implante Straumann® Narrow Neck CrossFit®.

 


1 Dados em arquivo
2 Sakaguchi RL, Douglas WH, DeLong R, Pintado MR. The wear of a posterior composite in an artificial mouth: a clinical correlation. Dent Mater 1986; 2 (6): 235-240.
3 Rosentritt M, Behr M, Gebhard R, Handel G. lnfluence of stress simulation parameters on the fracture strength of all-ceramic fixed partial dentures. Dent Mater 2006: 22 (2): 176-182.